ENTRAR

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Casas da Aldeia da Mata Pequena em Mafra - Venha viver a alma romântica de outros tempos



A Aldeia da Mata Pequena é um pequeno povoado rural, composto por uma dezena de habitações, situado a escassos 30 minutos da cidade de Lisboa. Tão perto da capital e tão longe do stress e do bulício urbano. Trata-se de um lugar enquadrado na denominada Zona de Protecção Especial do Penedo do Lexim onde se ergue um vulcão já extinto que acolhe uma importante estação arqueológica. O vôo dominante da Águia e o esgueirar furtivo da raposa, contracenam com uma paisagem natural extremamente rica e preservada, convidando ao descanso, ao lazer e ao contacto com a natureza.


A presença humana na Mata Pequena remonta ao periodo da ocupação romana, como atestam os vestígios aí encontrados. Contudo, dos 70 habitantes que viviam na aldeia no século XIX, já só restam uma dezena e meia que teimam em manter vivos os usos e costumes de outrora.

Esquecida no tempo, a Aldeia da Mata Pequena beneficiou do seu isolamento, que evitou intervenções menos "esclarecidas", descaracterizadoras da sua autenticidade. Deste modo, como que despertando de um longo periodo de hibernação, a Mata Pequena afirma-se hoje como um dos raros exemplares da Arquitectura Tradicional da Região Saloia mantendo fortemente vincada a sua identidade original.

As casas

Casa da Cigarra T1 - Cigarra era a sua alcunha...diz-se que por gostar e saber cantar bem. Costumava sentar-se no seu quintal à sombra da velhinha e generosa figueira a ver crescer as searas, enquanto descascava feijão sobre a secular mesa de pedra.

Casa da Palha T1 - Casa da Palha porque de um palheiro se tratava... e quando o cansaço da lavoura exigia, fartos e cheirosos “colchões” de feno, convidavam a uma reparadora pausa no seu piso sobranceiro.

Casa do Jasmim T1 - Que bem que sabe abrir a porta para o quintal, contemplar a paisagem e deixar o aroma a jasmim invadir a cozinha, depois a sala, e finalmente o quarto, antes de, inebriante e revigorante, se anichar no nosso espírito.

Casa do Forno T1 - O forno já está quente... O seu calor invade a arribana de pedra, situada mesmo ao lado (hoje sala), que ainda mantem intacta a velhinha manjedoura. Em cima, acolhedor, o quarto aguarda esse calor aromático que só o pão é capaz de oferecer.

Casa do Feno T1 - Na Casa do Feno recolhia-se a palha e os animais para se abrigarem da invernia. O piso superior "em mezzanine" é hoje lugar de descanso e em baixo, na sala e kitchenete abrem-se as portas para o quintal com vista a perder de vista.

Casa da Ti Jacinta T2 - Uma casa portuguesa...concerteza. Na “casa de fora”, hoje a sala, preparavam-se os alimentos para serem confeccionados mesmo ali ao lado...na cozinha, acolhedora e apetrechada onde até o forno e a salgadeira marcam a sua presença.Uma escada situada ao meio da casa serve dois amplos quartos no piso superior. E no quintal não faltam os coelhos nem os galos para tratar pela manhã.

Casa do Padeirão T2 - Era um padeiro grande ou um grande padeiro ? Dizem que era as duas coisas. Talvez por isso, tudo nesta casa é em grande, a sala, a cozinha, os quartos...até mesmo a corte do porco que fica num dos dois espaços exteriores da casa, nos convida a imaginar um suíno de grandes dimensões, que em tempos longínquos a terá ocupado. A grossura das paredes fala por si...é a casa mais antiga da Aldeia. Do seu forno incandescente muitos estômagos se saciaram com o pão amassado pelas mãos sábias de quem gosta do que faz.

Casa da Avó Aurora T2 - A Casa da Avó Aurora é a casa dos "nossos Avós". Ampla e acolhedora surpreende pela simplicidade dos pormenores. Dª Aurora, empenhada cozinheira, reunia a família em torno da mesa da cozinha ao som do crepitar de lenha que aquecia simultaneamente o forno e a alma dos presentes

Casa do Pedro T3 - A Casa do Pedro é talvez das casas mais antigas da Aldeia. Quem a vê de fora não imagina que está perante uma das maiores casas do lugar. Do seu pequeno quintal assiste-se ao entardecer com o vale verdejante da Caroca em primeiro plano e a Serra de Sintra ao fundo.

Casa do Poço T3 - Maior e mais vistosa, esta terá sido a casa da família mais importante da Aldeia. Excelentemente localizada, impondo a sua presença, vigia do alto dos seus dois “terraços”, as terras que outrora amanhou. O seu poço abundante garante férteis colheitas todo o ano.

Actividades

Aldeia da Mata Pequena está situada numa região de grande interesse paisagístico, histórico, cultural e lúdico. Seguem-se algumas sugestões que poderão complementar a sua estada.
Passeios pedestres na envolvente da Aldeia, Passeios de BTT na envolvente da Aldeia, Passeios Pedestres, com guia, a pontos de interesse nas proximidades, Burricadas, Actividades Equestres, Paintball, Arborismo, Workshops temáticos para jovens, Visita guiada em viaturas todo-o-terreno na região de Mafra, Surf, Visita de comboio à Tapada Nacional de Mafra

Preços: Os preços vão desde os 60€ até aos 130€ por casa e por noite

Contactos:
Morada: Rua S. Francisco de Assis - 2640-366 Igreja Nova - Mafra
GPS: N 38º 53' 43.63'' W 09º 19' 11.63"
Telefone / Fax +351 21 927 09 08
Telemóvel +351 91 811 20 70
E-mail diogobatalha@aldeiadamatapequena.com
Web: http://www.aldeiadamatapequena.com

0 comentários :

Enviar um comentário

English Destinoslusos Version Spain Destinoslusos Version French Destinoslusos Version German Destinoslusos Version