ENTRAR

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Baixa-Chiado PT Bluestation Concertos em Dezembro 2012 - Programa

Em Dezembro de 2012 desça até à Baixa-Chiado em Lisboa para ver a Música Portuguesa a Gostar dela Própria, que tráz a estação as raízes e as tradições, mas também as remisturas e a modernidade da música nacional. 

O mês é dezembro, um mês de tradições ancestrais. Vamos celebrá-lo mantendo sempre a sua ligação entre o passado e o presente mas com a ideia de que temos de as projetar no futuro, trazendo as aldeias para a cidade e contextualizando-as. Vamos mostrar as raízes, mas também as contaminações e as remisturas das danças e dos cantares.

12 de Dezembro - 19h00 Túnel do Chiado
CICLO “A DANÇA PORTUGUESA A GOSTAR DELA PRÓPRIA”: AQUI HÁ BAILE
O grupo Aqui Há Baile vem de Évora para animar a estação com danças tradicionais do Alentejo. Criado para dinamizar o repertório do caderno de danças do Alentejo para baile, publicado pela associação Pé de Xumbo, tem como objetivo “criar um espaço para a divulgação e salvaguarda do património tocado e dançado em português”. Na Baixa-Chiado PT Bluestation, a palavra de ordem vai ser: dançar!

13 de Dezembro - 18h30 Túnel do Crucifixo
CICLO “A MÚSICA PORTUGUESA NO FEMININO ”: AS CAMPONESAS DE RIACHOS
O grupo de cantares populares “As Camponesas” de Riachos é um grupo de cantares tradicionais de Riachos, Torres Novas, ligado ao Museu Agrícola da mesma localidade, que cantam as cantigas do tempo de solteiras quando se labutava nos campos.

14 de Dezembro - 21h00 Túnel do Chiado
CICLO “A MÚSICA PORTUGUESA A REMISTURAR-SE A ELA PRÓPRIA”: O EXPERIMENTAR NA M’INCOMODA
Projecto de reinvenção da música tradicional dos Açores onde cabem canções de baleeiros, sintetizadores espaciais, noise industrial e foliões do Espírito Santo. “Talvez seja necessário inventar uma palavra ou uma expressão aparentemente contraditória como 'folclore urbano' ou 'tradição de vanguarda' para os classificar”, escreveu o jornalista Manuel Halpern quando os O Experimentar na M’incomoda lançaram o primeiro disco, em 2010. Em outubro passado, lançaram o segundo: “Sagrado e Profano”. Esta sexta tocam ao vivo na estação de metro mais reinventada de Lisboa.

17 de Dezembro - 17h00 Túnel do Chiado
CICLO “DEBATES EM OBRA”: OS ARQUIVOS DO PATRIMÓNIO MUSICAL PORTUGUÊS
“Em boa verdade, a ideia que se tem na cidade da música do que se produz nos meios rurais não corresponde exatamente à realidade. O património imaterial musical é vasto, está vivo e, na maior parte das vezes, está vivo com os novos e não com os velhos”, defende Tiago Pereira. 
Este é o mote para mais uma conversa à volta da música portuguesa. Vasco Casais (dos Dazkarieh e dos Omiri), Carlos Guerreiro (dos Gaiteiros de Lisboa), Luís Marques (coordenador da pós graduação em Património Cultural Imaterial na Universidade Lusófona) e Carla Raposeira (da Fundação Inatel) são os convidados.

18 de Dezembro - 15h00 Túnel do Chiado
CICLO “TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA”: O CONTO PORTUGUÊS A GOSTAR DELE PRÓPRIO
A tradição oral musical portuguesa tem, na sua origem, as histórias que se contavam de geração em geração e que, a posteriori, se musicaram, transformando-se em canções que passaram, igualmente, de geração em geração. Hoje, estes 'contabandistas' de histórias, especialistas na arte de representar e reinterpretar, vêm contar contos populares portugueses aos alunos de várias escolas de Lisboa. Aproveite e assista também! A partir das 15h, e até às 17h30, há uma sessão de meia em meia hora.  

19 de Dezembro - 19h00 Túnel do Chiado
CICLO “A DANÇA PORTUGUESA A GOSTAR DELA PRÓPRIA”: B DE BAILE
B de Baile é um projeto de danças do mundo, constituído pela conhecida acordeonista Celina da Piedade (que integra o Cinema Ensemble de Rodrigo Leão e já colaborou com Né Ladeiras, Gaiteiros de Lisboa, António Chainho e Viviane, entre muitos outros) e também por Tânia Lopes e Alex Gas. Energia, criatividade e expressividade são palavras de ordem neste grandioso baile que vai invadir a Baixa-Chiado PT Bluestation. Com a parceria da Associação Pé de Xumbo.

20 de Dezembro - 17h00 Túnel do Chiado
CICLO “A MÚSICA PORTUGUESA NO FEMININO”: CHÃO DA FEIRA
Chão da Feira nasceu em 2005, quando duas amigas de Torres Novas decidiram tocar músicas portuguesas nas ruas de Lisboa. O gosto cresceu e os temas originais começaram a surgir: canções com raízes na tradição portuguesa, desde as flautas do norte às polifonias no sul, passando pelos adufes da Beira Baixa e, claro, pelo Fado. Esta quinta-feira estão ao vivo na Baixa-Chiado PT Bluestation.

21 de Dezembro - 21h00 Túnel do Chiado
CICLO “A MÚSICA PORTUGUESA A REMISTURAR-SE A ELA PRÓPRIA”: ANTÓNIO COVA
Multifacetado talento de alma sarcástica, de verborreia afiada, sanguinário do verbo, argumentista visceral, este artista de Leiria tem espalhado como poucos o seu estilo característico e os seus dotes artísticos, na música e no teatro. Em projetos como os Assacínicos, Beijo Negro, Akhmatova 77, e nos Brainderstörm. Este pacato e simpático topógrafo de profissão, analista colunista, é enquanto artista, um portento perigoso para as emoções dos mais incautos. E cada vez mais um cantautor em nome próprio.

26 de Dezembro - 19h00 Túnel do Chiado
CICLO “A DANÇA PORTUGUESA A GOSTAR DELA PRÓPRIA”: VALSA MANDADA
Esta quarta-feira, o baile tradicional português desce novamente à Baixa-Chiado PT Bluestation, pela mão da Pé de Xumbo. Desta vez, é a valsa mandada que vai invadir o túnel da estação. Neste género coreográfico da região de Grândola, os pares obedecem às ordens de um mandador.

27 de Dezembro - 17h00 Túnel do Chiado
CICLO “A MÚSICA PORTUGUESA NO FEMININO”: GRUPO CORAL FEMININO DE VIANA DO CASTELO
Surgiu de uma brincadeira mas está no ativo há 12 anos. Depois de assistirem a um desfile de grupos corais em 2000, as senhoras deste coro interrogaram-se sobre o motivo de haver apenas grupos corais masculinos. E assim nasceu o Grupo Coral Feminino de Viana do Alentejo. Cantam modas tradicionais alentejanas como “O meu Alentejo”,

28 de Dezembro - 21h00 Túnel do Chiado
CICLO “A MÚSICA PORTUGUESA A REMISTURAR-SE A ELA PRÓPRIA”: CONCERTO PARA OLHOS VENDADOS, POR LUÍS ANTERO
E se os chocalhos dos pastores da Serra da Estrela invadissem a estação de metro BaixaChiado PT Bluestation? E se as formigas de Piódão surgissem, inesperadamente, das colunas do sistema de som instalado na estação? Estas são algumas das propostas sonoras que Luís Antero apresentará no seu Concerto Para Olhos Vendados.  Podemos ainda escutar as histórias de vida de antigos pastores, de antigos resineiros ou aquelas que os habitantes das aldeias de xisto da Serra do Açor contam à lareira, enquanto bebericam um cálice de licor de castanha. A ruralidade serrana vai a Lisboa para um concerto único e irrepetível. De olhos vendados, para que a viagem seja completa

0 comentários :

Enviar um comentário

English Destinoslusos Version Spain Destinoslusos Version French Destinoslusos Version German Destinoslusos Version