ENTRAR

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Feira do Pastel de Chaves 2013 - Programa e Cartaz

Nos dias 2, 3 e 4 de agosto, decorre a Feira do Pastel de Chaves 2013 no Jardim Público da cidade flaviense, onde o Pastel de Chaves e os seus 150 anos de história terão lugar de destaque. Depois do fumeiro no Inverno e do Folar na Primavera, segue-se agora o Pastel de Chaves no Verão, sendo este o terceiro momento para a promoção dos produtos flavienses. 

Este “casamento” entre a Feira do Pastel e a 3.ª edição do Festival de Música Tradicional Folk de Chaves espera uma boa adesão do público, quer pela associação dos dois eventos, quer pela realização no mês de agosto, com o regresso dos filhos da terra.

Com animação garantida pelo Festival de Música, o Jardim Público envolver-se-á num ambiente único, em que as atuações de grupos de renome internacional, a divulgação da nossa música tradicional e mostra de novos projetos de música do mundo, se associam à venda, exposição e prova dos “sabores” e “saberes” da região.

A iniciativa conjunta é organizada pelo Município e pela Academia de Artes de Chaves, com o apoio da Eurocidade Chaves-Verín, ADRAT e Associação Chaves Viva. O evento foi apresentado em conferência de imprensa, no passado dia 15 de Julho, pelo Vice-presidente do Município, António Cabeleira, e pelo Diretor artístico do Festival, Marcelo Almeida.

Nesta edição, pretende-se dar especial relevo ao Pastel de Chaves, cuja história remonta a 1862, quando uma vendedora, cuja origem se desconhece, percorria a cidade com uma cesta contendo uns pastéis de forma estranha e cuja quantidade não era suficiente para saciar os flavienses. Com tal escassez, e para satisfação da gula transmontana, a fundadora da Casa do Antigo Pasteleiro terá oferecido uma libra pela receita de tão gostosa iguaria. Perdurando na memória e no paladar, os pastéis acabaram por conquistar um lugar de destaque na gastronomia Nacional. Uma aposta que valeu o epíteto de “melhores pastéis folhados de Portugal”. O Pastel de Chaves é, deste modo, um símbolo da pastelaria do concelho de Chaves que concentra em si pormenores históricos e culturais que vale a pena identificar e proteger.

À semelhança das anteriores edições, este evento proporcionará também o contacto estreito com os “saberes”, dando uma noção ao visitante da importância da herança cultural. Na sua essência, para além de devolver às tradições gastronómicas e artesanais o seu lugar na comunidade e de ser um meio promocional turístico global da região, este certame pretende constituir-se como um importante instrumento de promoção e valorização das artes e ofícios da região. 


0 comentários :

Enviar um comentário

English Destinoslusos Version Spain Destinoslusos Version French Destinoslusos Version German Destinoslusos Version